terça-feira, dezembro 07, 2004

Sempre a mesma coisa...

Todo ano enfrentamos o mesmo problema quando começa a estação das chuvas: as enchentes.

É sempre assim: chove, alaga. O povo chora, a televisão faz escarcéu, e as autoridades ficam na mesma. Este ano o governador Geraldo Alckmin ainda tomou uma atitude, construindo quatro piscinões na divisa entre São Caetano do Sul e São Paulo. Mesmo em construção, os piscinões já estão fazendo a diferença. Mas do outro lado de São Caetano do Sul, porém no mesmo rio, as enchentes ainda assustam a população, e ontem voltaram a atacar.

Porém, a situação de nossos rios não é somente culpa dos governantes. Os principais culpados são os "cidadãos", que jogam garrafas plásticas em lagos de parques, palito de sorvete no bueiro, papel de bala na rua... etc, etc, etc. Um bueiro entupido é onde começa a enchente.

Outro problema são os edifícios sem escoamento de água. A maioria das casas hojes não tem sequer um canteiro na porta, são inteiramente revestidas de cimento. Este tipo de construção não permite o escoamento da água, que tem que ir toda para bueiros e bocas-de-lobo, entupidos pela falta de educação da população, e assim voltamos ao problema já citado no parágrafo anterior.

Portanto, não devemos colocar toda a culpa na prefeita de São Paulo, Marta Suplicy, que está de licança em Milão: as autoridades precisam adotar planos de tratamento da água, limpeza de bueiros e construção de piscinões, mas a população deve aprender que seu papel é muito importante na preservação do meio-ambiente e da saúde pública.